O Arauto

Photobucket

segunda-feira, junho 19, 2006

Ribeiro e Castro defende português como língua de trabalho permanente

O Presidente do CDS-PP José RIBEIRO E CASTRO retomou nas últimas semanas diversas iniciativas em que se tem empenhado no sentido de tornar o português língua de trabalho permanente da Assembleia Parlamentar Paritária ACP-UE, fórum que congrega parlamentares europeus e representantes dos parlamentos dos países de África, Caraíbas e Pacífico.

Para além do líder do CDS-PP, que tem denunciado junto dos grupos políticos, do Presidente e Secretário-Geral do Parlamento Europeu e da Co-Presidência e Co-Secretariado da Assembleia Parlamentar Paritária a flagrante injustiça da falta de meios de interpretação e de documentos traduzidos em português e os prejuízos causados quer aos parlamentares dos países lusófonos presentes, quer às respectivas sociedades civis, todos os Embaixadores dos PALOP junto das instituições europeias também já se exprimiram nesse sentido.

Importa agora agir no quadro do regimento da Assembleia Parlamentar Paritária de forma a assegurar que fica definitivamente estabelecida a obrigatoriedade da existência desses meios de interpretação e de toda a documentação.

2 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial