O Arauto

Photobucket

quarta-feira, maio 31, 2006

"Patriotas" de Sousa Jamba poderá reabrir cicatrizes na UNITA

Sousa Jamba, jornalista, escritor e militante da UNITA, revelou, em entrevista concedida recentemente ao Notícias Lusófonas (NL), que vai lançar brevemente o seu livro “Patriotas”, na capital do País, e, desta vez, sem censura.

“Patriotas”, que terá o selo de uma editora de Luanda, é mistura de ficção e da (má) experiência vivida por Sousa Jamba nos anos 80 na Jamba, antigo Quartel-General da UNITA, situado no sudoeste de Angola.

Sousa Jamba, que considera que no Galo Negro de hoje não há espaços para iniciativas teatrais e que já não é dirigido de forma autocrática (por Jonas Savimbi), com o lançamento do seu livro, vai prestar um bom trabalho às novas gerações que desconhecem o que realmente aconteceu na Jamba na década de 80.

Contudo, se por um lado a iniciativa de Sousa Jamba é louvável, por outro pode-se dizer que não será para o Galo Negro se as eleições legislativas presidenciais aprazadas para o dia do “santo abstracto” tiverem lugar o próximo ano.

Ou seja, o lançamento do “Patriotas” não poderá beliscar feridas que ainda sangram e tocar sem querer em cicatrizes que ainda doem e fazer chorar a sociedade angolana?

4 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial