O Arauto

Photobucket

terça-feira, maio 30, 2006

Antigo director da DNIC começa a ser julgado amanhã em Luanda pelo Tribunal Supremo

O antigo director da Direcção Nacional de Investigação Criminal (DNIC), advogado e funcionário público do Ministério do Interior, Ferreira Neto, será julgado a partir de amanha, quarta-feira, 31, pelas noves horas, no Tribunal Supremo em Luanda, capital angolana.

Ferreira Neto, que será julgado sob a insuspeita autoridade do Dr. Juiz Neto de Miranda, é acusado do crime de tortura, chantagem, abuso de poder, entre outras infracções, pelo presidente do Partido Angolano Independente (PAI), Adriano Parreira.

A referida queixa-crime contra Ferreira Neto foi apresentado ao Tribunal Supremo dia 27 de Março de 2002 pela Partido Angolano Independente (PAI).

6 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial