O Arauto

Photobucket

segunda-feira, julho 10, 2006

Katchiungo é o espelho da (des)governação do MPLA

Sete mil, oitocentos e oitenta e seis angolanos no município do Katchiungo (localidade situada a 62 e dois quilómetros da cidade do Huambo, antiga Nova Lisboa) não consomen água potável há 31 anos. Ou seja, depois do dia 11 de Novembro de 1975 deixaram de ver água a jorrar nas torneiras, tendo apenas como alternativa os rios que circunda a localidade.
De 11 de Novembro de 1975 a 22 de Fevereiro de 2002, seria perfeitamente compreensível esta situação por que ouviriamos a habitual ladaínha: "os senhores sabem que o País está em guerra e que oitenta por cento do Orçamento Geral do Estado é para aquisição de material de guerra e manter a integridade territorial".
Ora, o que é que se pode dizer então de uma localidade, situada nos arredores da segunda maior cidade do País, depois de a guerra ter terminado há cerca de cinco anos?
Não será maldade em demasia do Menos Pão Luz e Água esperar que apenas Deus dê água às cerca de mil, oitocentas e oitenta e seis almas que têm o (des)Governo que (não) merecem?

4 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial