O Arauto

Photobucket

terça-feira, junho 06, 2006

Angola na Alemanha terá mais sucessos que políticos*

Que a participação dos palancas negras no mundial de futebol da Alemanha já é uma vitória, lá isso é. Vitória dos jogadores e do treinador que tinham a obrigação de chegar apenas ao CAN, mas que grão a grão foram enchendo o papo até à Alemanha.

Mais saborosa ainda a vitória porque foi conseguida diante dum papão do futebol africano, a Nigéria. Melhor ainda porque o povo sempre acreditou, mesmo nos momentos em que tal se mostrava dificílimo e porque coroa o desempenho do país que apenas há 4 anos conseguiu uma tranquilidade efectiva.

É também a vitória da nossa diplomacia que consegue ir onde os políticos às vezes batem portas sem sucesso. Dizer, porém, que só a presença entre as 32 melhores selecções da actualidade na Alemanha é tudo, seria voar baixinho demais. Há desafios e imagem a preservar. –Não somos os melhores da região austral do continente, a contar com os resultados saidos do CAN do Egipto? Então, é preciso jogar e ganhar, não apenas o juizo, como muitos incrédulos já atestam. Ganhar, o que se pretende, acredito que não será tarefa fácil. Sobretudo porque temos à nossa frente equipas como o Irão que não é pera doce e que tem um campeonato mais disputado que o nosso girabola; O México que é simplesmente uma das melhores equipas da sua zona, a América do Norte; Portugal que é somente a sétima melhor equipa a contar com a classificação da FIFA.

Ultrapassar tamanhos latagões só será possível se o Mister Oliveira Gonçalves deixar de ter uma equipa pre-concebida. Queixar-se, por exemplo, que a equipa decresce o rendimento sem Akuá em campo quando se tem Man-Torras e Tity Buengo a aquecer o banco, é dúvida permanente que não se entende.

Faltando cinco dias para o baptismo frente a Portugal e quando já não há ensaio pelo meio, resta-me olhar para os resultados conseguidos nos jogos de preparação: 5-3 frente ao misto de Celle; 0-2 diante da Argentina, 2-3 com a Turquia e 0-1 diante dos Estados Unidos. Um saldo negativo em termos de golos sofridos que me leva a dizer que entre a defesa permissiva e o ataque arejado está a nossa vitória. Mesmo assim, e como a bola é redonda, ligo o rádio e recito o trecho musical que dita: “Angola tú és capaz”.

*Reflexão de Luciano Canhanga, jornalista angolano, sobre a participação de Angola na Copa do Mundo a ter lugar dentro de poucos dias na Alemanha.

2 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial